Marcadores

sábado, 15 de agosto de 2015

Elo compartido




E
lo compartido (EC)


Fomos muitos,
Foram tantos,
Foram sonhos coloridos,
Hoje, somos tão poucos,
Parcos desbotados,

Sonhos assim desvalidos.



Fomos jovens
E fomos sábios
Corajosos
Destemidos
E agora?
Se o medo aflora,
A falta apavora,

Somos soltos, perdidos...




Fomos quase um universo,
Fomos milhares, centenas,
Depois do tempo, adverso,
Ficamos sobras,

Apenas...



Já fomos mais do que muito,
Mais que tanto, mais que cem,
A conta foi se abatendo,
Foram ficando...

Ninguém.







Desfeitos laços de sangue,
O elo foi apartado
Na roca da dor foi fiado
Sem sobra,

 Resto sem nada...



Nem doze, nem dez,
 Nem mais cinco.
Nem mais que dois,
 Restou vazio.
Pois que se sobra migalha
É mesmo que ser...

 Que ser nada.


 


 
 
*****

Este texto faz parte do Exercício Criativo - Meus Doze Filhos
Saiba mais, conheça os outros textos:

http://encantodasletras.50webs.com/meusdozefilhos.htm



Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....