Marcadores

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Acalorada Ausência II




Acalorada Ausência II

Parte 2

A casa ta limpa,
A alma arrumada,
A pele tem cheiro de flor,
Tem toque macio, tem gosto,
(De) leite...


A cama está pronta, feita.
Lençol esticado.
Perfeita.
Convite calado,
De aroma exalado,
Tem ares de palco,
Apto a ser encenado.


Tudo é exato,
Espera-te,
Minuciosamente pensado,
Planejado para o teu regressar...
Perfume inflamado, desejo no ar...



Vem,
Pelo caminho queimarás de imaginar,
Teu corpo por ti pensará,
Involuntário, arderá,
Volúpia em ti se fará...


Ao meu murmurar,
Sussurra(n) do... “ Vem”
Te desligarás do mundo que é teu,
Porque inteira e doce, estarei navegando,
Secreta em ti,
No teu imaginar,
No teu corpo,
Iriante...


E asseguro,
Não tardarás,
Teu desejo o meu caminho percorrerá,
E nenhum som verás,
Nenhum olhar ouvirás,
Somente eu,
Enigma que a mim te trará...
Atrairá,
Vem...



Corre,
Depressa,
Já te espero em flor entre aberta,
Pronta para ao teu sutil toque,
Desabrochar,
Vem
Me (te) revelar,
Que já sou toda convite,
E toda resposta,
Intimação,
Propondo-me a ti...


Cada partícula minha é intenso cobiçar,
É imenso querer-te inteiro e meu,
E só de te pensar,
Cada fome de ti põe-se a (re) clamar.



Logo, por isso não evita,
Vem...
Minha boca urgentemente o teu corpo inteiro tragará,
Meus dedos aflitos buscaram cada entorno teu decifrar,
Meus líquidos desejos querem te percorrer,
Tuas entranhas penetrar...
E te invadir, ao léu e a esmo,
E se (me) deixar invadir,
E misturar,
E se (nos) misturar,
Suores, sal e sabores,
Olores,
Ardores...


Logo...
Vem...
Vem agora,
Não peço,
Não rogo,
Quero intensamente...
A ti,
Unicamente...

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....