Marcadores

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Acalorada ausência




Acalorada ausência

Parte 1

Dormir ausente de ti.
É como dormir do avesso,
Sem berço,
Rota e moribunda,
Sem ti me desconheço.
Dormir sem estar envolta por ti é
Definitivamente vaguear,
Perambular no sono e não descansar.


Ontem de mim foste distante.
Apartado.
Revirei-me por dentro, catei teu cheiro em mim.
E inodora fui.
Ontem,
(Não) dormi sem ti.
Desse envolver tenho vício,
Da pele que atiça tenho falta,
Do olho desnudo que despe o meu no amanhecer
Sou viciada...
Dependo
Decorro,
Derivada desse teu existir,
Do teu desaguar tenho sede,
Fome,
Ávida e em sofreguidão...
Insaciável de ti.



Ontem, na noite perene e escura.
De mim te foste,
Levaste a calma e a serenidade
Carregaste minha mansidão.


Restou um fogo que chorava e ardia.
Ardia e queimava,
Incendiando as horas,
Corpo e cama não se entendiam.
Passou um furacão, revirou,
Sacudiu,
Tremeu...
Foi a ausência de ti.



Agora nas agruras das horas,
No cansaço do olhar te peço
Vem,
Vem pacificar esse estômago a revirar
Vem!
Sanar com teus beijos a febre que seca,
Vem copioso,
Veemente,
Intenso e revoltoso,
No meu mar de convulsivos quereres esgotar.
Impetuosamente...
Exaurida quero estar...



Espero e quero,
O teu enredar,
Esse embaraçar de teias e pernas,
A confundir-nos de tão unos,
Entranhados,
Embrenhados na lascívia desse (a)mar.
Vem,
Não tarda...
Agonizo,
Não te atrasa...
Padeço de tanto te cobiçar...

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....