Marcadores

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Quase dona dos passos meus (EC)

 
              
                Quase dona dos passos meus (EC)

     Acho que sou poeta, e como tal, um pouco de super-herói, ilusionista, personagem de quadrinhos, tudo é parte de mim. Movo-me às vezes sem sequer sair do chão, e voo nas asas do pensamento, no sonhar acordado, nas minhas mais delirantes fantasias.
         Movo-me com a poesia, sigo com ela até onde for possível chegar. Movo-me pelo seu existir, até o fim do arco-íris, e assim vou viajando, em letras e palavras, versos e rimas, verbos de mim que despontam a cada amanhecer. Ainda que chova tristezas e desilusões, ainda que balance o coração navegador, movo-me porque sempre haverá um sol para comtemplar, e a festa dos colibris, a dança das borboletas e das flores há de continuar...
         Então me movo em estações, crio e declamo conforme o tempo me concede a sua permissão,
         Em dias onde o frio, atinge até o meu ensolarado lugar, reservo o mover e acendo a lareira do refletir, imaginar,
         Em outro acordo sedenta de primavera e colho flores e cores de mim para em letras a ti, entregar,
         Mas há outonos, que chegam, e o vento que uiva me faz quietar...
         Meu tempo é contado em palavra decantada, e meus pés tocam o chão da alma poeta, e outros tantos movimentos decorrem, se seguem, e me fazem estar aqui, com chuvas ou céus estrelados, dias nem sempre tão engraçados, ainda assim movo-me por sobre folhas de outono estaladas, e sigo, com um canto de riso, ciente do que me move...
     Quase dona dos passos meus...




                                   



*****

Este texto faz parte do Exercício Criativo - O Que Te Move?
Saiba mais, conheça os outros textos:

http://encantodasletras.50webs.com/oquetemove.htm

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....