Marcadores

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Sobre olhares, luares e casualidades


Sobre olhares, luares, casualidades,


Há que perpetuar como um olhar que brilha, como um mar no olhar, encher e derramar... Água e sal...

Será petrificar? E ao fechar esse mar tudo se torna a tua imagem, assim com és, incerto, indefinido...

Perder a razão? Mas que razão? Será buscar entre frios e desafios transpor o caminho dos teus olhos e perder-se no mistério incontrolável existente em ti?

Casualmente revelou-se o amor,o que sentiu e o que se mostrou,expôs, escancarou portas, cercas, e arrancou qualquer amarra real ou ilusória e mostrou a ti e ao mundo: Hei de te amar assim em pele e osso, no real e imaginário com todos os sons, coerências e incongruências tão próprias do amor,

Que hei de te amar assim, credo e desafio e assim revelar que entre olhares, casualidades, luares vistos em todos os nortes nasceu aquilo que minou toda a existência e de tão abundante se fez confundir com própria criação.

Ah, em que mares hoje ficas naufragado, nas profundidades inacessíveis aos escafandros, num mergulho onde não há possíveis resgates?Estás lá, eterno guardado, horas preciosidade num pesado baú acorrentado quieto, cheio de segredos, horas numa frágil caixa de madeira onde cordas se movimentam tentando te libertar, mas acho mesmo que estás agora em uma garrafa fechada jogada ao mar, conteúdo secreto, de socorro, revelação, desejos e medos ao encontro de todos e de ninguém, um presente ou uma dor?

Todo um segredo jamais revelado!

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....