Marcadores

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Luz na escuridão


           




Luz na escuridão

Seriam tão opacas as lembranças?
Ou apenas faltou luz?
Ou são meus olhos que assim,
Se embaçam...

Mergulham na saudade...
Será?


Sei que um pouco da chama resiste,
Insiste...
E roga entre um pranto e um riso

Esse teu acenar,
Como um último fogo a soltar...


 

Resposta...
Luz na escuridão,
Nesse quase apagar,
Ouso dizer,

Sobrevivo a um feixe de luar...

 


Só teus olhos, de fogo,
Podem retirar dos meus, o nublar...
 





 
 

Um comentário:

Toninho disse...

Muito bonita construção que desembaçam as palavras
e criam um momento de rara beleza da poesia.
Aplausos.

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....