Marcadores

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Trovas: Espera Infinda...



Trovas: Espera infinda...

I

Busco-te em sonhos presente
Sonho-te amor que tem pressa
Espero-te porque é ausente
Vem não tarda vem depressa.


II

Vem, é teu meu tempo que anseia.
Vem sou toda urgência agora
Vem plenitude em mim permeia.
Vem sou pronta nessa hora.


III


Não repara meus dias vazios
Preenche-me toda de afeto
Entende os desejos tardios
Febre, delírios despertos.



IV

A tanto que por ti clamo
Há tanto tempo que espero
É presença que reclamo
Encontro que tanto quero.


V

Vem me faz não sentir medo
De ser só vazio constante
Vem destitui meus segredos
Vem ser meu melhor amante


VI

Serás então meu amado
Serei tua musa inspiração
Vivendo sempre a teu lado
Afetos, amor e paixão.

Um comentário:

Jorge Sader Filho disse...

Rose e sua paixão oculta. Vai que eu entendo que escrveu tanta ternura para mim. Como fica?
Beijos, querida poeta.

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....