Marcadores

domingo, 30 de agosto de 2009

Convite...




Convite...

Hoje acordei pensando em te fazer um convite. Um simples convite mas que pode mudar o curso de um rio,um lago que há muito não vê o movimento circular que o atirar da pedra provoca.
Primeiro te apronta. Põe aquele teu sorriso, vai... tira lá da gaveta, dá uma sacudida, bate o pó...Depois despe-te do usual.Nada que faremos será comum.Vamos seguir numa trilha diferente.É meu convite a ti: Transgressão. Calma... Não usaremos drogas nem tomaremos banho nus no Chafariz da Praça da Sereia(se bem que o calor pede). Nada disso. Apenas sairemos da rotina acachapante, por um tempinho deixaremos de lado alguns supostos conceitos de sobriedade e que fazem a vida em tons pastéis. Iremos propor a nossa própria aquarela.Traga os seus pincéis.Pintaremos nuances incríveis.
Eu vou de vermelho. E tu? Vem disposto a ser feliz. Quer por um dia ou uma hora, minutos que sejam.Vem livre.Despido das amarras.Solto das condições que tu te impões.Desarma-te de tantas defesas.A única condição que te proponho é que não nos obriguemos.
Sei desse armário pesado, cheio de vontades inacabadas. Desejos que foram destituídos. Vontades tidas como impraticáveis que deram lugar a duras rotinas.
Vem. Retira de lá aquele sopro que resta que fará sentir mais vivo. Foge um pouco de ti. Vem comigo quebraremos as regras do teu cotidiano tão certo, tão inodoro,insípido.
A transgressão é deliciosa. Faz-nos saber vivos. Nada de igual.Nada de padrão. Nada mesmo de dançar conforme a música.
A regra deste convite é que não teremos regra hoje. Te asseguro.
Seremos quiçá por um lapso de tempo seres vivos libertos, leves, alma e coração em plena leveza.
Vem...
Experimenta...




# Praça da Sereia - Parte do Complexo turístico Praça da República em Belém-Pará

Imagem da net: Chafariz da Praça da Sereia.

Um comentário:

Jorge Sader Filho disse...

A liberdade, o ser autêntico, despojado de idéias feitas marcam este texto de Roseane. Bonito e forte, poeta!
Beijos.

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....