Marcadores

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Minha obra...





Minha obra...

Meu versejar mistura-se aos meus afetos. São expressões de mim que não se separam.
Nós que não desatam.
As mulheres que sou, somam-se todas em mim, múltiplas, não aceitam divisões. Completam-se, interagem e só por vezes esvaziam-se de mim. Querem respirar.Experimentar a solidão.
Não as amarro ou cerceio. Abrigo-as junto aos sentimentos.
Delas sou confessa, a elas entrego-me em confissão. Com elas dispo-me dos excessos , das exceções...
É um infindo universo. Amplo, descampado, habitat de tantas estranhas e conhecidas. E há tantas mais na porta a bater.
Calma!
Proponham que assentem, há vagas sim, mas requer um não invadir.
Melhor um adentrar lento e compassado.
Quero apreciá-las uma a uma, vivenciar a multiplicidade.
Dar vazão para que todas livres se façam plenas e inteiras.

Componham com graça e leveza essa infinita obra a ser desvendada, desnuda...

Um comentário:

Jorge Sader Filho disse...

Desnuda, é? Essa foi demais!

Relações rompidas!!!

Hehehe

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....