Marcadores

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Trovinhas só para ti




Trovinhas só para ti

I

Flagrei-me longe pensando
O pensamento flutuava
Divagava algo buscando
Em quem afinal pensava?

II

Quem sabe na lua pensava
Num céu de estrelas repleto
Luz do Sol imaginava
Céu e mar, em azul completo.

III

Talvez eu pensasse em flores
Doces aromas a sentir
No pensamento suas cores
Dos pássaros os sons ouvir!

IV

Confesso tudo pensava
Mas algo em mim acontecia
Um pensar se destacava
O que seria? Não compreendia...

V

Nestas linhas vou brincando
Claro, sabia em quem pensava
Via-te, tua voz escutando
Meu pensar que te buscava!

Um comentário:

Jorge Sader Filho disse...

Que delicadeza!

Beijos, querida poeta

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....