Marcadores

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

O anelo do tempo...




O anelo do tempo...

Há ocasiões em que as letras incompatibilizam com o pensar.
Versos destoam do poetar.
Poemas divergem do rimar. Inspiração diferindo do criar.
Fica tudo assim: de ponta a cabeça, ao avesso o idealizar.
Há momentos em que o sentimento teima em machucar.
Que a dor vem avulsa, inversa do desejar.
Que as lágrimas lavam com sal à vontade
Cujo único rimar é a saudade.

Há tempos em que nada acolhe, agasalha.
E o sentir é silente.
E de frio cobre-se, tiritando pelo afeto ausente,
E a alma mendiga um quinhão que seja do teu olhar.
Porque é dessas míseras migalhas o seu único alimentar.


Tem tempo em que o próprio tempo de si quer se ausentar.
Tempo no qual o coração é um poço sem fundo,
Um mar que em si quer naufragar.
Tempo cujo anelo é da saudade o apartar.

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....