Marcadores

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Oculto amor - Da Série "Canções e Re-Versos"




“Pode ser apenas impressão
Uma assombração que vive a me matar
Envenenamento de paixão
Cala frio quente natural...” Dias de lua, Paulo Feital

Oculto amor

Ah essa sensação que me assola
De calor e frio, de desfazimento...
Um quase morrer que me consola
Um torturante nó, um assombramento,


“... Anda em corda bamba o coração
Acidentalmente sem se machucar
No esconderijo da paixão
Traição é coisa natural,...” (P.F)

Cego transitar em abismos
Coração quedando-se ao desatino
Amar provocando cataclismo
Amor sonegado, querer clandestino...

“... (Natural) Mais uma dose
Arranha, incendeia e não faz mal nenhum
Dose de amor é tão comum
E eu quero tudo: Lua em pleno dia, e por que não...” Dias de Lua, Paulo Feital

Ainda assim, um querer que não limita
Estranhamente desejar, sentir prazer
Emoção que arde, ferve paixão aflita
Dias qual noites ansiados, puro querer...



Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....