Marcadores

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Porque não sol? Rondel




Por que não Sol?

Quero contigo arroubos de noites quentes sem igual
Quero sol que doura, noites belas qual clarão do dia.
Hoje sei que é pleno e possível, sei esse amor é real.
Então salva do frio lancinante, deixa entrar energia.


Sei da escuridão, do abandono, do reverso, da agonia.
Do vento açoite de outono, da ilusão, ser só ao final.
Quero contigo arroubos de noites quentes sem igual
Quero sol que doura, noites belas qual clarão do dia.


Quero janela escancarada, flores e pássaros em uno coral.
Quero o livre que o amor concede, sem milagre, fantasia.
Apenas um rogo, querer ser feliz, gozo pleno, êxtase total.
Não ser tão só, ruir da solidão, cão sem dono, sem alegria.
Quero contigo arroubos de noites quentes sem igual.


Inspirado em “Noites com sol”, de Flávio Venturini.

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....