Marcadores

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Perdão mãe terra! ( Acróstico com Tautograma)


Peço perdão, por perder-te.
Entrego-me, é existência.
Resistes revelando realeza
Devo dedicação, doas dignidade.
Ar, água, alimento, afora ambição.
Ofertas, onde olho omissões...


Mereces mais, máximas melhoras, martírios minorados.
Azul, azular, agradeço,atenuando agruras.
Es expressão exata, evidente exemplo, existências...


Terra, temerosa, transição, tortuoso trajeto.
Errante, erramos, excedendo, exilando-te.
Respiras, rarefeita, reporto reais receios.
Rogo reação, revogar, redimir, restaurar.
Abro a alma, anseio ações ágeis, atitudes acertadas...

2 comentários:

Jorge Sader Filho disse...

Muito bem construído, Rose. Sem perder a idéia fundamental.
Beijos.

Anezinha disse...

brigada..
pena que em todos os lugares que publico sou tão pouco lida!
construo tudo com amor a arte, e amor a minha terra....tento contribuir minimamente!
bjs
Rose

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....