Marcadores

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Meu Homem-Herói – Um clamar ou protestar... ( EC)




Meu Homem-Herói – Um clamar ou protestar... ( EC)

Ando causticada de imagens que inundam de enganos a alma.
Não, não estou deprimida e nem tão pouco de baixa auto-estima,
Só estou rouca de gritar teu nome, e seca de reclamar teu calor.
Não quero Herói nem Anti-Herói, passei do tempo do Super Homem,
E o Príncipe da Disney ficou um tanto para trás.
Quero sólidas bonanças, que me tragam de volta a criança,
Que reformulem meus sonhos esvaziados pela solidão.


Prefiro ficar com o “Homem Aranha” de Jorge Vercilo,
Que me salve e atire ao precipício das paixões,
E ao mesmo tempo cuide de mim, das crianças, partilhe as contas e o lavar louças.
Esse herói que me arrebate sem me roubar os pés do chão,
Nem roubar meus bens, materiais e emocionais.
Essa é a teia que quero cair.
Prender-me.


Se assim não for, continuarei a andar sobre corda bamba,
Plenamente confiante e com meu chapéu coco...
Ou solta nas marquises, presa apenas ao precipício,
Preferirei os votos de “só” que aliam a paz.
Sou segura e sou capaz. Banco-me e me amo.
Por isso reclamo por ter motivos mil para querer repartir.
Compartilhar meus dias cheios de poesia, e as noites quentes da minha maturidade.
Por isso brado! Se não vir apto ao envolver, um cão sequer acolher,
De verso nada entender, e nada tiver a dizer não se atravesse.
Não há mar, nem haverá velejar.


Homens de bem ou do bem: reservem-se ou entreguem-se,
Jamais parem no meio do caminho. Na dúvida, não há o que duvidar.
Sapos, não aquecem os pés,
Príncipes ou Cavalheiros já cegaram suas espadas e se foram seus cavalos,
Homens de bem são bem - vindos,
Desde que tenham as asas da liberdade que possuo,
Voejem soltos e sem laços ou nós,
E queiram se atar a mim.
Only this...
Only me.


Se assim não for,
Desarmem-se,
Não haverá partidas ou partilhas.
Quero teias e Homens - Aranhas.


Assinado:
Alguém que se socorre na lucidez pendurada a um varal por sobre o poço da solidão.


*****
Este texto faz parte do Exercício Criativo - O Dia do Homem
Saiba mais, conheça os outros textos:
http://encantodasletras.50webs.com/diadohomem.htm

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....