Marcadores

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Sapatos, uma paixão...





Sapatos, uma paixão...

Não uma fissura ou doideira, um gosto digamos com certo fetiche. Tenho alguns, digamos muitos, se tivesse mais espaço faria um Closet só para eles. E periodicamente os arranjaria,de várias formas.Num mês pelo estilo, em outro por quantidade de vezes usada, de outra vez pelo preço e valor material,por cores,tempo de uso/aquisição.E por ai a fora.Seria divertido.Sapatos e paixões,amores, qual a semelhança?
E não é que tem?
Vejamos, não foram tantos que careça de um Closet, nem daria para arrumar assim mensalmente sem repetir os critérios, mas... Daria sim uma organização boa. Por exemplo: Tem aqueles prediletos, tem sim, sabe aqueles que me foram caros? Muito caros? Lógico que foram bem poucos, não comportam nem os dedos de uma mão, mas fazem jus ao critério; foram caros para mim. Pois é tem até um (único é claro) que ousaria sem pestanejar classificá-lo como “Raro”, “Obra de Arte”, algo realmente único, e certamente teria um compartimento especialíssimo no meu armário. Com redoma, veludo, vidro a prova de bala e tudo. Ah, me achando exagerada né?Mas é merecido esse carinho. Posso assegurar.

Noutra seleção haveria aqueles que foram bons, razoáveis, mas usados no tempo correto, depois perderam a graça, estão lá, uma hora ou outra uma roupa ou ocasião pode pedir suas presenças. Deve estar me achando meio maluca de certo! Pois que nada, sou pura lucidez. Mas voltando ao caso: o tempo esse que vivo me deu algumas lições, ensinou, por exemplo, que só devo usar aqueles que me valorizam, me destacam,ficam bem, acrescem minha auto-estima, me põe para cima, causam conforto, são fofos, gostosos, macios, e elegantes... e ando seguindo a risca. Por isso tem uns que já foram descartados, semi-novos, mas uma só usadinha e a constatação de que não são tão bons,neste caso melhor passar em frente.Sabe como é, o que não me serve, pode servir e muito para alguém, e sempre há um pé velho para um sapato abandonado! Ops! Ou seria ao contrário? Tanto faz...

Mas nem tudo são flores ou cores. Tiveram aqueles que enganaram pela aparência, talvez a pressa, a urgência e juro, na primeira usada, se partiram todos, sem chance de arrumar, infelizmente, só pondo fora mesmo e pior, deixam a gente na mão nos momentos mais cruciais. Que chato!
Já têm outros que valem as reformas, trocar aqui, costurar ali, dar uma valorizadinha, mudar o look, mas mantê-los, pois é uma espécie de “xodó”, sabe os queridinhos? Pois é. Não, não me ache lunática, é bem assim. Pares e pares e às vezes, pés descalços... Pura ironia.

Dia desses, bem recente, fazia tempo não me aventurava nesse campo, daí vi um dito “um”. Aparência simpática me conferiria até bom charme, pensei daria para usar tranqüilo, até animei. Olhei reolhei, avaliei (cheia de cautela), mas ele do outro lado me tentava, convidava uma luta árdua, até que decidi dar uma esperimentadinha, sem levar claro, tipo ceder a tentação da prova só para ver como fica. Cara, não ficou. Deus é testemunha, eu tentei. Mas não rolou, sabe, quando não cai bem, e se começa a ver mais os supostos defeitos e eles se sobrepõem tanto, se destacam que fica inviável. Claro, não levei. Espertinha eu né. Auto lá, ah, quer saber mais sobre o dito? Posso te adiantar que tinha um cheirinho safado, e não era culto, inteligente, nem tão educado como aparentava.
Agora pirou de vez! Quer saber como é um digamos “sapato” culto e inteligente, pois eu te digo, tem, mas isso já é outra conversa...
Mas que tem, tem...

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....