Marcadores

domingo, 18 de outubro de 2009

Sobre segredos




Sobre segredos...

Guardar um segredo: trancafiar uma palavra, um ocorrido, um bombástico revelar.
Agasalhar uma íntima confidência, ocultar um gesto menos nobre...
SEGREDO: pode ser de um só, ou partilhado. Na maioria das vezes a partilha anula o segredo por completo, portanto se quer manter em sigilo total, enterra em ti mesmo, afunda com pedras acorrentadas no mais denso de ti.
Num recôndito lugar que até tu mesmo esqueças o caminho percas de vista, privado da memória. Ai então será para sempre segredo.
Velo alguns no coração. Segredei de mim tantos amores impossíveis, politicamente incorretos, ilegais e que engordariam pelo menos a minha consciência.
Segredo algumas ações imperdoáveis já praticadas pelas quais pedi perdão sinceramente e delas me arrependi. Homens e mulheres no geral segredam mais atos menos positivos.Quiçá suspeitos, ainda que o peso seja mais de consciência do que da própria ação.Impedimentos “ ditos “ legais.
O que é bom, feliz, aquilo que nos alegra e revigora, faz-nos mais vivos, aquecidos e desperta nossas razões, nos trás vontade de repartir, partilhar, contar, apregoar ao mundo. Esses ficam mais difíceis de segurar.
Os apaixonados, ah, esses então são o avesso do guardar segredos. Seus olhos suas palavras, suas auras, suas expressões, são de pura denúncia do sentimento que os avassala. Paixão e segredo é uma mistura explosiva.
Segredo meu, o meu amor dividido só contigo. Só por ti sabido. Segredo que entreguei a ti, sem sequer te pedir sigilo, por saber que já conservas isso a sete chaves no teu coração. Transparente que sou acumulo apenas alguns segredos da vida, mas nada que possa roubar meu sono, minha paz. Pequenos antigos segredos....

Um comentário:

Pétalas D'Alma disse...

Belíssimo teu poema!! Existem segredos que nem as paredes devemos contar..esses ficam em nossos corações!! Saudades amiga!! Bjus Sol

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....