Marcadores

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Encarcerada


Encarcerada

Bate o pesado portão num estampido...

Já não percebo a Luz,

Congela-me a escuridão...


Fizeste-me assim

Prisioneira

Refém

Aturdida

Algemada

Olhos vendados

Atada por ti.


Imobilizada em correntes, por ti...

Sangram-me os punhos

Corroem-me as dores da alma

Tornozelos dilaceram

Colocaste gigantescos cadeados na porta do meu existir...


Torturas-me

Afogas a minha liberdade

Aprazes-te com meu definhar

Cortas na carne

Castigas

Corrompes e esfacelas minha solidez.


Vicias-me

Instigas-me

Arrancas por fim meus olhos

Seqüestra meu enxergar!

Não há saída...


Paralisada

Cega

Ativas-me a surdez

Exploras o meu pensar

Capturas meu raciocinar...


Sou tua vítima!

É meu carrasco, algoz...

Um fio de imprecisa razão

Denuncia...



Na dor dilacerante do amar,

Quero permanecer...

3 comentários:

Jorge Sader Filho disse...

O Amor tomando conta absoluta de uma alma que pede por ele. Encantador, Rose. Beijos.

Rose Tunala disse...

Rose, querida!

Seu blog está um show.
Obrigada pelas visitinhas carinhosas.

Beijos

Pétalas D'Alma disse...

Uma poesia sensível e apaixonada! Parabéns, amiga! Bjus

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....