Marcadores

sexta-feira, 22 de maio de 2009

VORAZ


VORAZ

Invado teu íntimo
Abstraio-me, excetuo-te.
Abstenho-me, privo-te...
Extirpo da tua criação
Meu sal de sobrevida.


Absorvo o teu inevitável
Essencial para o meu conceber.
Sem parcimônia
Aplaco minhas sedes,
Minoro a míngua que me assola.


Parcial, sou sequiosa da tua letra.
Faminta, tenho gana dos versos teus,
Ao que os olhos te presenciam
Sôfrega me apavoro,
Sorvo-te com ou sem Rimas.
Degusto ou devoro...


Fartada
Retorno à lucidez,
Suspiro.
Apetecida da tua Aura Poética...



# Inspirada na Poesia “ Ausência” do Poeta Marcos Oliveira
http://recantodasletras.uol.com.br/poesias/1603391

Nenhum comentário:

Dezembro vindo.....

Daisypath Anniversary tickers
Monarch Butterfly 2

Escrevo para.........

Quando escrevo exorcizo fantasmas, é meio abstração e também minha realidade se despindo.Sou eu me confessando a mi mesma.

Um Poetrix ...verdinho......


Escrevo para....

Escrevo para por no mundo pequenas ânsias, escrevo para aportar desejos aflitos, escrevo para me salvar, é como Jogar as âncoras, o barco ora vai ao sabor das ondas, ora é a deriva....
Escrevo para acariciar as suas almas,e ser tocada por seus olhos impressos de brilho!
escrevo para Gozar,Flutuar, ser e merecer, Escrevo para seus delírios, seu deliciar!
Escrevo para vocês,
Agradeço seus olhos em mim, na minha ruptura poética!
Escrevo!

Muito grata por me sorverem as letras!
A todos que aqui passarem seus olhos, mentes e corações!
Rose

Sobrepondo Sonhos.....